2021, 3(2):18-22 e-ISSN: 2674-7103
18
DOI: 10.37085/jmmv3.n2.2021.pp.18-22
Jornal Memorial
da
Medicina
© Copyright 2021
Relato de Caso
Achado de acometimento amiloide traqueobrônquico
em brobroncoscopia: um relato de caso
Finding of tracheobronchial amyloid involvement in beroptic bronchoscopy: a case report
Pedro Henrique Teotônio Medeiros Peixoto
1
Maria Manuela Pitanga Smith
2
1
Faculdade de Ciências Médicas - Universidade de Pernambuco, Pernambuco, Brasil
2
Hospital de Referência COVID-19 – Unidade Boa Viagem e Hospital Otávio de Freitas, Pernambuco, Brasil
Resumo
Amiloidose consiste em um grupo de doenças caracterizado pelo depósito extracelular de
brilas amiloides, podendo ser localizada ou sistêmica. Este relato descreve o caso de uma
paciente, 69 anos, sem comorbidades prévias, com queixa de astenia, diarreia e vômitos, sem
dispneia, evoluindo com piora do padrão respiratório, necessitando de intubação orotraqueal
(IOT) e, posteriormente, traqueostomia. Na broncoscopia para avaliação de decanulação,
evidenciou árvore traqueobrônquica com múltiplas lesões papulares em mucosa, algumas
com ulceração central, de aspecto granular difuso, acometendo as paredes anterolaterais
da traqueia. Exame histopatológico constatou coloração para amiloide através do vermelho
Congo positivo. A amiloidose traqueobrônquica corresponde a 0,5% das lesões de traqueia
sintomáticas, podendo manifestar-se com sintomas inespecícos. A investigação deve contar
com o auxílio de tomograa computadorizada de tórax e a brobroncoscopia. A conrmação
diagnóstica é dada através de análise histopatológica do tecido brônquico biopsiado através
de brobroncoscopia e coloração positiva com vermelho Congo.
Abstract
Amyloidosis is a group of diseases characterized by the extracellular deposition of amyloid
brils, localized or systemic. This report describes the case of a patient, 69 years old, with no
previous comorbidities, complaining of asthenia, diarrhea, and vomiting, without dyspnea,
evolving with worsening of the respiratory pattern, requiring orotracheal intubation (OTI) and,
later, tracheostomy. On bronchoscopy to evaluate decannulation, she showed a tracheobronchial
tree with multiple papular lesions in the mucosa, some with central ulceration, with a diffuse
granular aspect, affecting the anterolateral walls of the trachea. Histopathological examination
found staining for amyloid through positive Congo red. Tracheobronchial amyloidosis accounts
for 0.5% of symptomatic tracheal lesions, which may present with nonspecic symptoms. The
investigation must have the aid of computed tomography of the chest and beroptic bronchos-
copy. Diagnostic conrmation is given through histopathological analysis of bronchial tissue
biopsied through beroptic bronchoscopy and positive staining with Congo red.
Pedro Henrique Teotônio Medeiros
Peixoto
pedrohmedeiros29@gmail.com
Editado por
Juliana Ramos Andrade
Palavras-chave:
Amiloidose
Broncoscopia
Diagnóstico por imagem
Keywords:
Amyloidosis
Bronchoscopy
Imaging Diagnosis
Recebido: 12 de novembro de 2021
Aceito: 30 de novembro de 2021
19
ASAA
Peixoto PHTM, Smith MMP
Achado de acometimento amiloide traqueobrônquico em fibrobroncoscopia: um relato de caso
Introdução
A
miloidose consiste em um grupo de doenças caracteri-
zado pelo depósito extracelular de brilas amiloides,
proteínas mal agregadas organizadas em conformação
de camadas beta.
1
São manifestações que podem ser
hereditárias ou adquiridas e se apresentar de maneira
localizada ou sistêmica.
A sintomatologia é bastante heterogênea, podendo variar
de um quadro assintomático até casos com sintomas diver-
sos, como macroglossia, manifestações gastrointestinais e
renais.
1
Esse fato diculta o diagnóstico, visto que há uma
gama de diagnósticos diferenciais que podem ser associa-
dos a tal condição.
A amiloidose traqueobrônquica consiste em uma apresenta-
ção rara, onde o acometimento por depósito de proteínas
brilares ocorre na submucosa da traqueia, dos brônquios
principais e dos brônquios segmentados.
2
Relato de Caso
Mulher, 69 anos, branca, professora aposentada, sem co-
morbidades prévias (SIC), com queixa de astenia, diarreia
e vômitos, sem dispneia. Evoluiu com piora do padrão
respiratório.
Foi admitida em unidade de terapia intensiva em uso de
máscara não reinalante 15 L/min, com padrão respiratório
de esforço e índice de oxigenação (IO) menor que 100,
necessitando de intubação orotraqueal (IOT). Exame RT-PCR
da admissão para SARS-CoV-2 negativo e leucocitose em
ascensão.
Após manobras de recrutamento alveolar e posição prona,
paciente evoluiu com melhora progressiva do IO, possi-
bilitando redução do aporte de oxigênio e parâmetros
ventilatórios, sendo extubada após 13 dias da IOT.
No mesmo dia apresentou desconforto respiratório pro-
gressivo, estridor laríngeo e laringoespasmo sem respostas
às medidas tomadas, sendo realizada nova IOT sem inter-
corrências.
Tomograa computadorizada de tórax (Figuras 1A, B e C)
realizada 12 dias após o internamento evidencia discreto
espessamento de parede da traqueia, com regiões de
assimetria leve, além de acometimento pulmonar sugestivo
de processo inamatório-infeccioso, evidenciando múltiplas
opacidades pulmonares em vidro fosco, por vezes asso-
ciadas a espessamento de septos interlobulares, e focos
esparsos de consolidação.
Figura 1. Tomograa computadorizada de tórax (A, B e C) eviden-
cia discreto espessamento de parede da traqueia, com regiões
de assimetria leve, além de acometimento pulmonar sugestivo de
processo inamatório-infeccioso, evidenciando múltiplas opacida-
des pulmonares em vidro fosco.
Paciente evoluiu com diculdade de nova extubação, sendo
optado por realização de traqueostomia do 20
o
dia de
internamento.
No 30
o
dia de internamento, já fora de ventilação me-
cânica, foi solicitada broncoscopia para avaliação de
decanulação que evidenciou árvore traqueobrônquica com
mucosa apresentando múltiplas lesões papulares, algumas